Portal CNJ - CNJ

  1. Serasajud permitirá agilidade com ação direta de juízes na base de dados

    O Serasajud, sistema eletrônico de cumprimento de ordens judiciais emitidas por magistrados em processos envolvendo informações de banco de dados de consumidores, cobrança de dívidas e relações de consumo, vai se tornar mais ágil ainda neste primeiro semestre.

  2. Corregedor mantém ato que designou titular para serventia de Belo Jardim (PE)

    O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, manteve ato da Corregedoria-Geral de Justiça de Pernambuco que designou Carlos Eduardo Lima Lopes, titular da serventia notarial e registral de Tacaimbó, para a serventia registral de Belo Jardim, em perfeita obediência ao artigo 5º do Provimento n. 77/2018 da Corregedoria Nacional de Justiça.

  3. Em Pernambuco, corregedor nacional dá continuidade ao cronograma de inspeções

    “A Corregedoria vem buscar sempre a melhoria e a modernização das atividades, sejam administrativas ou jurisdicionais. Buscamos um Judiciário forte, acreditado, respeitado e viável. Judiciário forte, cidadania respeitada”. A afirmação foi feita pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, nessa quinta-feira (11/4), em sessão do Pleno do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

  4. Manutenção pode provocar indisponibilidade no SEEU

    O Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do Conselho Nacional de Justiça (DTI/CNJ) informa que realizará, nesta sexta-feira (12/04), uma manutenção agendada nos servidores do Sistema Eletrônico de Execução Unificada (SEEU). Com isso, a partir das 18h, esse sistema poderá ficar indisponível. A previsão para retorno é de cerca de uma horas após o início da manutenção.

  5. Grupo de Trabalho debate melhorias em normativo sobre Segurança Pública

    Quatro normas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deverão sofrer aperfeiçoamentos para melhor adequar as necessidades de segurança pública do País aos planos de segurança do Judiciário. A decisão foi tomada no âmbito do Comitê Gestor do Sistema Nacional de Segurança do Poder Judiciário, em reunião ocorrida esta semana, na sede do CNJ, em Brasília. Instituído pelo presidente do STF e do CNJ, ministro Dias Toffoli, por meio da Portaria CNJ nº 147/2018, o grupo tem a missão de coordenar e planejar a atuação administrativa do Poder Judiciário para o aprimoramento da eficiência das decisões judiciais no contexto da segurança pública.

Depoimentos

  • Um profissional transparente e correto em todos os procedimentos.

    Sempre disposto a esclarecer nossas dúvidas.

    Recomendo a todos.

    Roberto S. Melo, Desenvolvedor Web / Mobile

Copyright